MIDIA GOSPEL

Sex08182017

Last update04:01:41

Catastrofe no Japão, Precisamos dobrar os Joelhos e Orar

Gostou? Comente este artigo no fim da página
devemos orar pelo japao

Nós somos levados a nos ajoelhar.

Pai que está nos céus, o Senhor é o Soberano absoluto sobre o tremores da Terra, o levantar das águas, e a fúria das ondas. Nós trememos diante de Seu poder e nos curvamos diante de Seus inescrutáveis julgamentos e incompreensíveis caminhos. Nós cobrimos a nossa face e beijamos a Sua onipotente mão. Nós caímos desamparados ao chão em oração e sentimos quão frágil é o solo abaixo de nossos joelhos.

Ó Deus, nos humilhamos debaixo de Sua santa majestade e nos arrependemos. Em um momento – num piscar de olhos – nós também poderíamos ser varridos. Nós não somos mais merecedores de um chão firme do que os nossos semelhantes no Japão. Nós também somos carne. Nós temos corpos, casas, carros e nossas famílias em preciosos lugares. Nós sabemos que se formos tratados segundo os nossos pecados, quem poderia suportar? Tudo seria levado em um minuto. Então, nesta hora sombria nos voltamos contra o nosso pecado e não contra o Senhor.

E clamamos por misericórdia pelo Japão. Misericórdia, Pai. Não pelo o que nós ou eles merecemos. Mas misericórdia.

Não teria o Senhor nos encorajado a isso? Não teríamos nós ouvido um milhão de vezes em Sua palavra as riquezas de Sua bondade, tolerância, e paciência? O Senhor não segurou o Seu julgamento inumeráveis vezes, levando o mundo rebelde ao arrependimento? Sim, meu Senhor, pois os Seus caminhos não são os nosso caminhos, e os Seus pensamentos não os nossos pensamentos.

Conceda, ó Deus, que o perverso abandone o seu caminho, e o injusto os seus pensamentos. Conceda-nos, Suas criaturas pecadoras, que retornemos ao Senhor, que o Senhor tenha compaixão. Pois certamente o Senhor abundantemente perdoará. Qualquer um que chamar pelo nome do Senhor Jesus, seu amado Filho, será salvo.

Que cada coração machucado por suas perdas – milhares sobre milhares de perdas – seja curado pelas mãos feridas do Cristo ressurreto. O Senhor não desconhece as dores de Suas criaturas. O Senhor não poupou seu único Filho, mas o entregou por amor de nós.

Em Jesus, o Senhor provou a perda. Em Jesus, o Senhor partilhou o esmagador dilúvio das nossas dores e sofrimentos. Em Jesus, o Senhor é o sacerdote que se importa em meio a nossa dor.

Aja gentilmente agora, Pai, com este povo frágil, ganhe-os Pai, salve-os.

E que as inundações que eles tanto temem façam bênçãos caírem sobre suas cabeças.

Que ele possam não julgá-Lo com seus fracos sentidos, mas confiar em Sua graça. E então, por trás desta providência, rapidamente achar uma face sorrindo.

No nome misericordioso de Jesus, Amém.


Fonte Estudos Gospel