MIDIA GOSPEL

Sáb08192017

Last update02:10:05

Meu Casamento Está Fracassando, Já Pensei Em Suicídio, Me Ajude.

Gostou? Comente este artigo no fim da página
um casal em pé de guerra
um casal em pé de guerra
  • Anterior
  • 1 of 2
  • Próximo
Pergunta

Queria um aconselhamento espiritual por parte de sua pessoa entrei em um site evangélico sobre estudos bíblicos a procura de uma orientação para que consiga uma resposta para minha situação de vida. Casei com 22 anos de idade sem amar minha esposa, simplesmente pelo fato de poder sair de casa, pois meus pais eram muitos duros na educação e para não sair de casa e magoá-los resolvi casar para conseguir esta "liberdade". Fui criado em um lar evangélico, e hoje não freqüento mais. Estou enfrentando lutas imensas para voltar a minha igreja. Tenho esposa (quando casei já tinha esta menina na qual assumi como minha filha também, e que aliás é uma benção de menina, vai a igreja sempre). Hoje, pastor, olho para minha esposa e fico decepcionado, brigamos por causa dos filhos que as vezes não a respeita muito. O que eu faço? Me orienta através de passagens bíblicas, livros ou alguma coisa neste sentido. Tenho vontade de morrer, me sinto como um soldado cansado da batalha, já parei no meu caminho. Devo terminar o casamento? O que eu faço? Não quero ver meus filhos sofrendo como estão! Me ajuda, pelo amor de Deus.

Resposta

Não se pode negar que você deu um passo errado. O primeiro erro foi desejar livrar-se da submissão aos pais por causa da rígida disciplina. Estou convicto de que seus pais lhe indicavam o caminho das verdades bíblicas, a verdade do evangelho. Na verdade, você está colhendo o que semeou. É a lei da semeadura e da colheita.

Mas não está tudo perdido. Jesus lhe faz um convite e promete alívio: "Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei" (Mt 11.18). É preciso que você creia firmemente nessa promessa. Ele lhe promete alívio. A liberdade pretendida não lhe trouxe alívio; trouxe-lhe peso.

Não creio que você em algum momento tenha se convertido verdadeiramente e aceitado Jesus como Senhor e Salvador pessoal. Talvez você tenha freqüentado por algum tempo uma congregação evangélica apenas para satisfazer ou agradar seus pais. Nem sempre os filhos de pais crentes são crentes.

Há solução? Há. A solução é Jesus. Aconselho você a fazer o seguinte: a) retornar a Cristo, sinceramente. Busque uma igreja evangélica (cuidado com as seitas que pregam um outro evangelho, ou com os falsos mestres interessados em dinheiro) e congregue-se. Seria bom que fosse na igreja onde sua filha já está; b) ouça com atenção e fé o sermão que for ministrado; c) por ocasião do convite, vá ao primeiro impulso à frente e afirme que deseja entregar a sua vida ao Senhor Jesus; d) na primeira oportunidade, fale com seu pastor sobre seu problema. Há igrejas que dispõem de psicólogos e conselheiros para casais. Seria muito útil se você e sua esposa participassem de "encontro de casais". Informe-se se há na sua igreja, ou em outra, e participe. e) passe a freqüentar a igreja com sua filha, e firme com ela um compromisso de orarem pela conversão de sua esposa e pela paz na família; f) leia com freqüência a Bíblia; g) finalmente, ore todos os dias entregando sua vida aos cuidados do Senhor e pedindo-Lhe uma mudança no atual quadro.

Tire imediatamente de sua mente a idéia de morrer. Para que você fale do amor de Deus a sua mulher e a seus filhos é preciso primeiramente você receber a Cristo e deixar que o Espírito Santo trabalhe. Por amor a Cristo e aos seus filhos, continue com o casamento; continue fiel à sua mulher. Leia os Salmos 23; 37.3-8. Se faz tempo que não lê a Bíblia, comece pelo Evangelho segundo S. João.

A solução é Jesus. Confie Nele. Tenho certeza de que Ele mudará a situação. Ao final desta mensagem farei uma oração a seu favor. Desejo receber notícias.

Tipo: Perguntas e respostas
Autor: Pr. Airton Evangelista da Costa
Fonte Estudos Gospel