MIDIA GOSPEL

Qui10192017

Last update05:10:07

Pastor Ciro Zibordi volta a criticar participações de cantores gospel em programas da TV Globo: Contradição

Gostou? Comente este artigo no fim da página


GOSPEL Fotos e imagens Pastor Ciro Zibordi volta a criticar participações de cantores gospel em programas da TV Globo: 'Contradição' Noticia religião

Voltando a falar sobre o espaço aberto pela TV Globo para os cantores gospel, o pastor Ciro Sanches Zibordi respondeu às críticas que sofreu quando desaprovou os participantes do Festival Promessas, promovido pela emissora. “A porta foi aberta principalmente para beneficiar as celebridades gospel — que já venderam milhões de discos — e, consequentemente, a maior emissora de TV do Brasil?”, questionava o pastor.

Agora, em um artigo escrito para o jornal “AD News” e reproduzido em seu blog, Ciro afirma que “o festejado evangelho-show avança a passos largos, sem nenhuma dificuldade”.

Outro artigo escrito pelo pastor rebate a tese de seus críticos sobre sua postura contrária à participação dos cantores gospel em programas da Globo. “Alguns irmãos, ao discordarem de mim, perguntaram: “Paulo não disse, em 1 Coríntios 9.22, que usou todos os meios para salvar as pessoas à sua volta?” E outros citaram Filipenses 1.15-18, uma passagem pela qual Paulo afirma que o Evangelho deve ser pregado inclusive por discórdia, insinceramente ou por pretexto”.

Em sua resposta menciona que a Bíblia deve ser interpretada levando em consideração seu contexto histórico e circunstâncias: “Por que Paulo disse as aludidas palavras sobre a pregação do Evangelho aos crentes de Filipos, e em que circunstância? Esse apóstolo, que estava preso, referiu-se aos opositores do Evangelho, isto é, os judeus que o acusavam perante os tribunais de Roma. Mesmo querendo o seu mau, aqueles inimigos de Paulo eram obrigados a dizer que ele estava pregando sobre a morte e a ressurreição do Senhor!”, argumenta o pastor.

Ciro Zibordi ainda menciona a passagem bíblica de Coríntios, usada como defesa para justificar o aproveitamento do espaço cedido pela emissora: “Quanto a 1 Coríntios 9.22, é evidente que Paulo se referiu a meios de evangelização que não deponham contra o Evangelho. Ele mesmo disse — antes e depois da passagem em apreço — que nem tudo que é lícito é conveniente ou edificante (1 Co 6.12; 10.23). E também asseverou: “Portanto, quer comais, quer bebais, ou façais outra cousa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus” (1 Co 10.31, ARA)”.

Finalizando seu argumento, o pastor ainda afirma que “se todos e quaisquer meios de evangelização pudessem ser empregados, sem nenhum limite, teríamos uma grande contradição! Até show erótico ou desfile no carnaval poderiam ser usados para, pretensamente, ganhar almas, desde que Cristo fosse anunciado”, ignorando os blocos evangélicos que saem às ruas nos dias de carnaval para evangelizar.

Vídeo do Pr Ciro Zibordi na Espanha

 

Fonte: Gospel + | Divulgação: Midia Gospel