MIDIA GOSPEL

Ter10242017

Last update12:20:27

Pastor afirma que gays serão aceitos no céu, mas precisam se arrepender

Gostou? Comente este artigo no fim da página

GOSPEL Fotos e imagens Pastor afirma que gays serão aceitos no céu, mas precisam se arrepender Noticia Religião

Em uma entrevista ao programa televisivo de Oprah Winfrey, o pastor Joel Osteen respondeu a perguntas sobre homossexualidade e prosperidade. Osteen é líder da mega igreja de Lakewood, que possui centenas de templos espalhados pelos Estados Unidos.

A apresentadora questionou Osteen sobre sua opinião acerca dos homossexuais. Oprah perguntou se ele acreditava que os homossexuais poderiam ir para o céu e ganhar a salvação. “Acredito que uma pessoa gay será aceita no céu” disse o pastor que afirmou também que Deus acolhe a todos que se arrependem de seus pecados.

“A acredito que você tem que ter o perdão pelos seus pecados, mas às vezes nós [cristãos] olhamos o homossexualismo como sendo um pecado maior do que o dos orgulhosos ou dos que não dizem a verdade”, disse o pastor, ressaltando que Deus não classifica níveis de pecado.

Osteen disse também que a Bíblia mostra claramente a homossexualidade como sendo pecado, mas que ninguém teria uma chance no céu se não pudesse ser perdoado.

Questionado sobre a crítica recorrente de que suas mensagens falam muito em prosperidade e pouco a respeito de Cristo, o pastor respondeu que qualquer fortuna que possa possuir é uma bênção de Deus, que o capacita a ser uma bênção para os outros. Segundo o The Christian Post ele afirmou também que sua renda é derivada principalmente dos livros que escreve e não de dinheiro proveniente da congregação.

Ainda falando sobre prosperidade o líder religioso disse discordar da ideia de que alguns seriam menos afortunados por não orarem o suficiente. Segundo ele “Deus tem um plano para vida de todo mundo e todos são capazes de alcançar grandes coisas. Há algumas pessoas que simplesmente não romperam as barreiras”. O pastor completou dizendo que o sentido bíblico para prosperidade não seria uma referência apenas para bens materiais, mas também para a paz para a mente e o corpo.

Fonte: Gospel + | Divulgação: Midia Gospel