MIDIA GOSPEL

Mensageiro da Paz: 'Benção de Toronto é farsa', diz ex-pastor do movimento

Gostou? Comente este artigo no fim da página
Gospel o melhor da WEB Mensageiro da Paz: 'Benção de Toronto é farsa', diz ex-pastor do movimento Noticia Religião

O jornal Mensageiro da Paz (órgão oficial das Assembléias de Deus no Brasil), cujo fundador é o apóstolo Gunnar Vingren, apresenta neste mês uma matéria de duas páginas sobre a carta do pastor Paul Gowdy (ex-líder da Igreja do Aeroporto de Toronto) sobre as aberrações que chamam de manifestações do Espírito.

O pastor canadense Paul Gowdy, um dos antigos líderes da Toronto Airport Christian Fellowship (Comunhão Cristã do Aeroporto de Toronto), mais conhecida como Igreja do Aeroporto , que disseminou alguns dos mais populares modismos perniciosos que infestaram o meio evangélico nos últimos anos, como dente de ouro, unção do cai-cai, unção do riso, etc., denunciou recentemente e arrependido a farsa dessas heresias e o que realmente aconteceu por trás da promoção desse falso avivamento. Inicialmente, a denúncia foi publicada só para um pequeno círculo de evangélicos, mas aos poucos começou a ser divulgada em grande escala nos EUA, especialmente a partir de fevereiro. Blogs e sites foram os grandes popularizadores do texto.

Comentários 

 
+2 # Fábio 26-11-2011 02:05
Ainda bem que a verdade aparece, desde pequeno sou ovelha do Senhor, e nunca vi este tipo de coisas no verdadeiro caminho que é nosso Senhor Jesus Cristo;
O espirito é sujeito ao profeta.
Responder | Denunciar Comentário ao administrador
 
 
0 # Pr. Lauro Henchen 17-11-2012 14:41
A graça e a paz do Senhor estejam com o irmão em Cristo. Fazendo um estudo detalhado sobre o batismo com o Espírito Santo o Senhor me revelou que alguns ensinos bíblicos então sendo deturpados. Cristãos estão pecando contra o Espírito Santo sem se darem conta disso. É preciso alertar nossos liderados. Que Deus o abençoe. Pr. Lauro.

FALSO DOM DE LINGUAS ESTRANHAS E DISCRIMINAÇÃO

Em I Cor. 14:26-28 diz: "Que fareis pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação. E se alguém falar língua estranha, faça-se isso por dois, ou quando muito três, e por sua vez, e haja intérprete. Mas se não houver intérprete, esteja calado na igreja, e fale consigo mesmo, e com Deus." Qualquer pessoa que estudou português (interpretação de texto de leitura) pode confirmar no texto acima transcrito da Bíblia, que em todo ajuntamento de crentes pode ter no máximo 3 (três) pessoas com fala audível de língua estranha, somente 1 (uma) de cada vez, e ainda obrigatoriamente precisa ter intérprete em português (nosso caso de brasileiros). Se não tiver intérprete é para, obrigatoriamente, CALAR A BOCA! Não se trata de simples opção e sim de uma taxativa e inquestionável ORDEM!
Mas, caro leitor, raciocine comigo: seria muita ingenuidade imaginar de um falsário arrogante exibicionista, que ele se contentasse em falar apenas 3 a 4 palavras estranhas e ficasse esperando para ver se aparece alguém com o dom espiritual de interpretação de línguas estranhas. Ele, pela lógica, simplesmente "emenda a galopeira" já que é pérfido e o povo ignorante, sem conhecimento de Bíblia, pensa que tal exibicionista é, supostamente, muito espiritual e santo, mesmo sendo, algumas vezes, um mero "sepulcro caiado".
A farsa geral começou com arrogantes hereges exibicionistas do início do século passado que não sabiam fazer simples interpretação de texto de leitura (simples português) e nem sequer tinham noção de lógica matemática. E sendo que o próprio Deus falou que um Pastor precisa ser inteligente e entender das ciências (Jeremias 3:15).
Se três mais dois são cinco então pela lógica matemática cinco menos três são dois. Dessa mesma forma, por aplicação estendida, em I Cor. 14:2 afirma taxativamente que aquele que fala em línguas estranhas NÃO fala aos homens, e ainda que NENHUM ser humano entende as línguas estranhas. Conclusão: isto é prova fatal, pela lógica matemática, que as línguas faladas no Pentecostes NÃO foram línguas estranhas. Porque as línguas do Pentecostes foram direcionadas EXATAMENTE aos HOMENS. E lá sempre alguém entendeu o IDIOMA HUMANO sem tradutor e sem intérprete.
Porém os hereges falsários exibicionistas arrogantes seculares estão ensinando falsamente que as línguas do Pentecostes foram línguas estranhas e com tal suposto e falso argumento querem se amparar em Atos 2:4 mentindo que a evidência de batismo com o Espírito Santo é única e exclusivamente falar em línguas estranhas. Fazendo, inclusive, a ignorante discriminação religiosa, que será abordada mais adiante neste mesmo tópico. É como já dizia o salmista: "Um abismo chama outro abismo ..." (Salmo 42:7).

Estes parágrafos e mais provas estão no blog: ,,,laurohenchen.blogspot.com.br ou pesquisando no Google: oitavo rei apocalíptico (1ª opção em todo o Brasil). O blog tem quatro assuntos (inclusive desmascara a “maldição de Toronto”) e define, sem chance de contestação, pela primeira vez na História da humanidade, quem são a besta 666 e a Babilônia apocalípticas. Segundo Apocalipse 18:4 basta ser apenas cúmplice, hoje mesmo, da satânica Babilônia, para sofrer castigos de Deus. É bom ficar bem mais esperto!

Tire cópias e distribua para outras pessoas ou retransmita este e-mail aos seus contatos. Se tiver constrangimento de retransmiti-lo por Internet me forneça a lista de e-mails dos seus contatos. Meu e-mail está no blog. Sirvamos ao Senhor sem covardia (Apocalipse 21:8).
Responder | Denunciar Comentário ao administrador
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar