MIDIA GOSPEL

Sex12192014

Last update02:14:37

Marcha para Jesus em ritmo de axé em Recife

Gostou? Comente este artigo no fim da página
Gospel o melhor da WEB DescriçãoImagem tipoartigo

Evento reuniu milhares de evangélicos, ontem, na Avenida Boa Viagem. Apesar de atrair menos gente que em 2010, movimento deixou trânsito lento no final da tarde.

A 18ª Marcha para Jesus levou milhares de fiéis para a Avenida Boa Viagem na tarde deste sábado (24). Desta vez, o louvor saiu dos templos e se transformou numa verdadeira micareta. No entanto, no evento evangélico, não havia músicas de duplo sentido nem álcool. Famílias inteiras participaram, assim como políticos ligados à bancada evangélica.

Open in new windowAs letras lembravam canções evangélicas que tocam em rádio FM, mas o ritmo que embalou milhares de pessoas na 18ª edição da Marcha para Jesus, ontem à tarde em Boa Viagem, era puro axé. Quem não quis sacudir o corpo na avenida, ficou no calçadão vendo 11 trios elétricos passarem. “É uma forma alegre de louvarmos o Cristo”, justifica o bispo Daniel Fragoso, coordenador da manifestação religiosa.

Apesar de reunir menos gente que em 2010, quando candidatos evangélicos aproveitaram a marcha para fazer campanha eleitoral, o cortejo deste ano deixou o trânsito lento no sentido Boa Viagem-Centro, no final da tarde. Vendedores de comidas e bebidas reclamaram. “Apurei o mesmo que num sábado qualquer”, lamentou Maria Dolores Cavalcante, que levou coxinha num isopor. “Se sou evangélica? Eu não. Gosto de liberdade”, disse a ambulante. A 17ª edição do evento reuniu 350 mil pessoas, segundo a Polícia Militar.

Para as irmãs Maria Tomé e Josina da Costa, o frenesi da música baiana não agradou. “Parece Carnaval”, compararam. Frequentadoras da Igreja Pentecostal Casa de Oração, em Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, foram pela primeira vez à marcha. “Somos crentes há dez anos. Estamos aqui acompanhando nossa tia, Levita Juliana, que é recém-convertida.”

A concentração da marcha, no 3º Jardim de Boa Viagem, contou com a presença de deputados evangélicos, além de grupos de maracatu. Os participantes seguiram até o Pina, onde um palco montado com o apoio da Prefeitura do Recife recebeu cantores de música gospel e raps. A programação musical estava prevista para prosseguir até as 22h.

Fonte: Jornal do Commercio

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar