MIDIA GOSPEL

Qua08162017

Last update12:02:06

Maioria dos estados religiosos são mais caridosos do que estados não religiosos, diz estudo

Gostou? Comente este artigo no fim da página

Notícias Gospel Maioria dos estados religiosos são mais caridosos do que estados não religiosos, diz estudo | Noticia Evangélica Gospel

Os estados mais religiosos nos Estados Unidos também são os mais generosos, enquanto aqueles que são mais seculares têm os menores registro de doações, de acordo com um novo estudo. O estudo feito pela revista Chronicle of Philanthropy explorou os hábitos de caridade de norte-americanos a partir de uma variedade de ângulos diferentes, usando em suas pesquisas, registros de doações em 2008 divulgados pela receita federal. Do ponto de vista religioso, os estados do Nordeste, considerados menos religiosos, estavam também entre os menos generosos em termos de caridade.

Os cinco estados com menores índices de caridade na América são: New Hampshire, Maine, Vermont, Massachusetts e Rhode Island. Entre os estados mais generosos estão: Mississippi, Alabama, Tennessee e Carolina do Sul, com Utah liderando o hanking em termos de caridade os habitantes doam 10,6% de sua renda discricionária.

Os números para Utah, podem não ser surpreendentes para alguns, por ser sede da Igreja Mormon, onde os membros são obrigados a pagar o dízimo de 10% para permanecerem em boa posição. Uma causa semelhante pode ter entrado em jogo para Idaho, que entrou no top 10 dos estados mais caridosos e também tem uma grande população Mormon.

Notavelmente, residentes no Upper East Side - bairro nobre do condado de Manhattan, em Nova York, doaram 478 milhões de dólares para caridade, em 2008, mais do que qualquer outro lugar dos Estados Unidos.

Entre os partidos políticos, os conservadores também se mostraram mais caridosos que os liberais. Como exemplo, oito dos 10 estados mais generosos na América votaram no representante da GOP, John McCain, nas eleições presidenciais de 2008 - enquanto nove dos 10 estados menos generosos votaram no atual presidente Barack Obama. "Todos sabem que os liberais são muito mais propensos que os conservadores a não serem religiosos", disse o presidente da Liga Católica, Bill Donohue em um comunicado sobre o estudo.

"É também do conhecimento de todos, que os liberais falam o tempo todo sobre a pobreza. No entanto, em suas vidas diárias fazem o mínimo para amenizar isso: eles se prontificam menos, dão menos sangue, são menos propensos a ajudar alguém à encontrar um emprego. A idéia de caridade deles é o governo aumentar os impostos ou seja, tomar dinheiro dos outros, e gastá-lo em programas de bem-estar", acrescentou.

Donohue também apontou as outras pesquisas feitas sobre o assunto, pelos sociólogos Mark D. Regnerus e Sikkink David, que também estudaram dados fornecidos pela associação Religious Identity and Influence Survey , e notaram que as pessoas religiosas têm mais probabilidade de dar dinheiro para os pobres do que as que não são religiosas.

No entanto, o editor assistente da revista Chronicle of Philanthropy, Pedro Panepento, argumentou que os resultados refletem mais os valores religiosos e ideais do que motivações políticas. Ele observou que os democratas também são menos religiosos que os republicanos.

"Eu não sei se poderia sair e dizer que é uma diferença republicano-democrata completa, tanto quanto são diferentes atitudes religiosas e da cultura nesses estados", disse Panepento.

Fonte: The Christian Post | Divulgação: Midia Gospel