MIDIA GOSPEL

Sáb11182017

Last update12:03:04

Evangélicos impulsionam vendas de livros de autoajuda

Gostou? Comente este artigo no fim da página
Gospel o melhor da WEB Evangélicos impulsionam vendas de livros de autoajuda Noticia Religião

O mercado literário ganhou um novo estimulo com a chegada dos livros de autoajuda que tratam de temas como relacionamentos, finanças, medos, traumas e até mesmo sobre fé. Diversos autores evangélicos passaram a escrever livros destinados ao público que busca a resposta desses assuntos, mas não consegue encontrar na Bíblia.

A temática é polêmica, já que a Bíblia é um livro completo, apresentada por muitos cristãos como o manual da vida. Se já temos o Livro Sagrado porque precisamos consumir esses livros para saciar nossa sede de respostas e para encontrar motivação para ultrapassar barreiras?

O pastor Ciro Sanches Zibordi escreveu um livro questionando exatamente isso, o título da obra é “Autoajuda ou Ajuda do Alto” onde ele afirma que esses textos até podem ter um valor, mas não são mais importantes que a Ajuda do Alto.

“A autoajuda tem o seu valor e, em determinadas circunstâncias, pode realmente levar pessoas a superarem dificuldades. Mas ela não é mais eficaz que a Ajuda do Alto”, diz ele em um trecho da obra.

Zibordi acredita que os livros de autoajuda que não possuem a mensagem de Deus não saciam por completo os leitores. “Por isso há pessoas desesperadas, angustiadas, que entram em igrejas e livrarias procurando respostas para os seus dilemas e aflições. Elas não aguentam mais os clichês de autoajuda nem as ‘fórmulas mágicas’. Tudo isso perdeu sentido para elas. Precisam realmente do socorro divino, sobrenatural”, escreve ele.

Mensagens direcionadas

O pastor Max Lucado é um dos principais autores do gênero, com uma linguagem simples ele consegue aproximar o leitor da solução de seus problemas com ensinamentos bíblicos. Em um de seus livros mais vendidos, O Salvador Mora ao Lado, ele mostra como Jesus Cristo superou momentos difíceis de sua vida e ensina o leitor a tomar as mesmas atitudes.

Mas o pastor americano não é o único a escrever livros de autoajuda para cristãos, muitos outros escritores passaram a apresentar obras literárias que motivam o leitor a superar problemas e voltar a sonhar.

O grande sucesso desses livros se dá exatamente por esse encorajamento apresentado de acordo com princípios bíblicos. Nessas obras encontramos pontos de vistas que passam muitas vezes despercebidos diante dos nossos olhos quando estamos analisando as Escrituras.

O que esses autores fazem é direcionar esses ensinamentos para públicos específicos, se atentando em mostrar o que muitas vezes não entendemos, ou não conseguimos aplicar em determinadas áreas da vida.

O mercado de autoajuda não está em franco crescimento só no mundo gospel, no mercado secular esse tipo de literatura também vende milhões de livros anualmente, dado que comprova que as pessoas estão buscando freneticamente por esse conhecimento para tentar aliviar sua carência espiritual.

Fonte: GospelPrime