MIDIA GOSPEL

Qua10182017

Last update02:01:17

Evangélicos praticam intolerância religiosa contra terreiros em Pernambuco

Gostou? Comente este artigo no fim da página

Notícias Gospel Evangélicos praticam intolerância religiosa contra terreiros em Pernambuco | Noticia Evangélica Gospel

O Jornal do Commercio divulgou em seu site uma matéria que fala sobre as acusações de intolerância religiosa ocorrida em Olinda. O babalorixá Érico Lustosa filmou um grupo de evangélicos passando por sua rua onde funciona um terreiro de matriz africana e afro-brasileira e publicou na internet dizendo que esses cristãos tentaram invadir o terreiro. O vídeo filmado no último domingo (15) mostra uma passeata onde muitas pessoas estendiam faixas e cantavam hinos enquanto caminhavam. Lustosa afirma que alguns dos manifestantes gritavam palavras de intolerância. “Eles gritavam ‘Sai daí, satanás’ e forçaram o portão. Foi aí que me coloquei em frente ao portão e meu filho começou a gravar. Um deles gritou para a gente tomar cuidado, que ele era evangélico, mas era também um ex-matador”, afirma.

Nas últimas semanas o agreste pernambucano e também a Região Metropolitana de Recife tem registrado a invasão e destruição de terreiros depois que foi divulgado o assassinato de uma criança, que segundo a polícia, aconteceu a mando de um pai de santo. Flânio da Silva Macedo, de 9 anos, foi assassinado durante um ritual de magia negra no município de Brejo da Madre de Deus, o caso gerou revoltas, mas alguns pesquisadores afirmam que essas religiões – candomblé, umbanda e outras – não utilizam o sacrifício humano em seus rituais.

O jornal Diário de Pernambuco noticiou que 20 representantes de diversos terreiros se reuniram na terça-feira (17) no Palácio de Iemanja, em Olinda, para ajustar um pedido de apoio ao Estado para poder enfrentar a intolerância religiosa. A polícia trabalha com a hipótese de que evangélicos estariam incitando a violência contra os representantes das religiões afro-brasileiras para tentar vingar a morte da criança, mas até o momento o delegado responsável pelo caso de Brejo da Madre de Deus não encontrou os culpados.

Cristãos agredindo Terreiro de Candomblé

Fonte: Gospel Prime | Divulgação: Midia Gospel