MIDIA GOSPEL

Qui11232017

Last update12:01:02

Cientista da NASA é demitido por declarar sua fé em Deus como criador

Gostou? Comente este artigo no fim da página

GOSPEL Fotos e imagens Cientista da NASA é demitido por declarar sua fé em Deus como criador Noticia Religião

O cientista David Coppedge está movendo um processo contra a NASA, onde trabalhava, alegando ter sido despedido por ter proclamado a sua crença na teoria da “Criação Inteligente”. Por causa dessa ação, Coppedge foi ouvido nesta segunda-feira (12) pela justiça de Los Angeles.

O cientista era um dos líderes do grupo Cassini Mission, responsável pela exploração de Saturno e suas luas, e afirma ter sido demitido por acreditar na teoria que também recebe o nome de “Design Inteligente”. Essa teoria defende a ideia de que universo e a raça humana são complexos demais para terem surgido somente pelo processo evolucionista, tendo tido, dessa forma, criados por uma inteligência “superior”, logo, um Deus.

Coppedge informou à Associated Press que foi demitido por causa de conversas que teve com seus colegas de trabalho sobre “Criação Inteligente”, e por distribuir materiais sobre o assunto. Os DVDs que ele distribuía entre os colegas são produzidos por seu pai, que é membro de uma companhia cristã, a Illustra Media, e autor de um livro contra a teoria da evolução. O cientista foi demitido após trabalhar para a Agência de Administração Nacional da Aeronáutica e do Espaço por 15 anos.

O advogado do ex-cientista da NASA conta que ele tinha uma reputação entre os colegas de ser um cristão evangélico e que muitos chegaram a rotulá-lo como um cristão conservador. A defesa alega ainda que ele teria sido marcado por seus superiores depois que esses concluíram que a sua orientação sobre a Criação Inteligente era de origem religiosa: “Apesar de David não sair evangelizando em seu trabalho, ele tinha a reputação de ser um cristão que vivia de acordo com os princípios cristãos”.

David Coppedge está recebendo o apoio do Grupo cristão The Alliance Defense Fund e do Discovery Institute, instituição não partidária que conduz pesquisas em tecnologia, ciências, cultura, economia e assuntos estrangeiros. Ambas as instituições apoiam a teoria criacionista.

O diretor do Centro de Ciências e Cultura do Discovery Institute, John West, disse que “esse caso é sobre a liberdade de expressão e de consciência”. Segundo o The Christian Post, West declarou também que “há uma guerra contra qualquer pessoa que contradiz Darwin”.

Cientistas da Nasa apresentam robô criado para ajudar astronautas

Fonte: Gospel + | Divulgação: Midia Gospel