MIDIA GOSPEL

Qua11222017

Last update11:01:01

Ateu pode ser condenado a 5 anos de prisão por dizer no Facebook que Deus não existe

Gostou? Comente este artigo no fim da página

GOSPEL Fotos e imagens Ateu pode ser condenado a 5 anos de prisão por dizer no Facebook que Deus não existe Noticia Religião

Alexander, um funcionário público da Indonésia, pode ser condenado a passar cinco anos na prisão por escrever “Deus não existe” na página do Facebook “Ateis Minang” (“Os ateus de Minang”), a página tem 1.361 seguidores, e Alexander é um de seus administradores.

Ele foi preso por blasfêmia depois de ser denunciado pelo Conselho de Ulemás da Indonésia. E de acordo com as autoridades o que causou mais problemas para Alexander foi ter usado o Alcorão para justificar seu ponto de vista ateu.

O funcionário público teria postado frases como “Se Deus existe, por que acontecem coisas ruins?” e “Se Deus é misericordioso, deveriam acontecer apenas coisas boas”, o que acabou extrapolando a mera discussão online e irritando várias pessoas, que chegaram a invadir o escritório em que ele trabalha para agredi-lo.

Segundo informações do The Jakarta Globe preso por blasfêmia “o homem disse aos investigadores da polícia que, se Deus realmente existe e tem poder absoluto, por que ele não impedir que coisas ruins acontecendo neste mundo”.

O Código Penal da Indonésia define o crime de blasfêmia como “expressar publicamente sentimentos ou fazer algo que divulgue abusos, ódio ou ofensas a certas religiões na Indonésia, de forma que possa fazer alguém desacreditar a religião”, e prevê uma pena de até cinco anos para quem cometer esse crime.

A Comissão Nacional de Direitos Humanos da Indonésia, presidida por Ifdhal Kasim, interviu no caso pedindo à polícia que se mantenha neutra e de forma a não agir pela pressão popular.

Fonte: Gospel + | Divulgação: Midia Gospel