MIDIA GOSPEL

Qui08172017

Last update11:52:26

Obama... Osama... e o Efeito Bumerangue

Gostou? Comente este artigo no fim da página
Imagens Fotos Obama... Osama... e o Efeito Bumerangue Estudos Biblicos

“... Não errei: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espirito do Espirito ceifará a vida eterna” (Gálatas 6;7-8)

Vamos deixar algumas coisas bem claras sobre o conceito do bumerangue. Muitas pessoas não acreditam nele, porque falham em entender seus efeitos em longo prazo. O retorno das suas ações raramente ocorre imediatamente. De fato, muitas vezes existe uma longa espera entre os atos e suas consequências. Ao fazer um analise dessa arma é importante frisar que é um método para atingir o inimigo além de produzir o efeito desejável, pode ter consequências no retorno se não souber manusear essa arma letal.

Ao ler os jornais dessa semana percebi que duas palavrinhas quase que idênticas, que nos noticiários de TV foram manchetes e que no noticiário de TV trouxeram certo embaraço para o jornalista global! Que mico... Afinal que matou quem? Osama matou Obama ou Obama matou Osama. Ficou claro. O terrorista Osama estava morto.

Não estará ocorrendo o tal efeito bumerangue nessas ultimas ações do governo Obama?

Para evitar qualquer trocadilho vamos tratar de duas personalidades conhecidas no mundo todo.  O presidente dos E.U. A , Barack Obama , visitou o local do atentado em 11 de setembro capitalizando os dividendos da morte de Osama no marco zero; Isso quatro dias após ter comentado em rede nacional para o mundo   o assassinato de Osama Bin Laden, o mentor do maior ato terrorista da história que ficou marcado como o 11 de setembro; a queda das torres gêmeas do Word Trad Center.

Bem, a verdade é que esse ato insano promovido por esse maluco fantasiado de Mulçumano estava parado na garganta de muita gente, isso porque não foram apenas americanos que perderam a vida naquele atentado. A grande questão levantada em torno da morte de Osama Bin Laden é a seguinte: Isso resolve o problema do terrorismo que assola o mundo? Esse inimigo sem geografia deixara de existir? Será o fim da Al Qaeda? Vejamos a preocupação dos americanos com o funeral de Bin Laden. Nada de fotografias do defunto, enrolaram o corpo num lençol segundo o preceito islâmico judaico e com um peso “morto” lançaram no fundo do oceano. Assunto encerrado.

Matamos o cara e fizemos justiça... Ou será vingança? Bem, isso é apenas um detalhe, O problema é que o Presidente americano elegeu-se combatendo os “métodos coercitivos” de interrogatórios aprovados pelo seu antecessor George Bush após o 11 de setembro, no entanto como acharam a figurinha difícil? Bin Laden foi o rei do esconde-esconde. O fim acaram usando a mesma metodologia Bush.

Em 2009, o presidente Barack Obama assina um decreto-lei para fechar Guantânamo ainda no primeiro ano do seu governo, além de exigir uma revisão de como esses prisioneiros seriam tratados antes do fechamento - se serão enviados a outros países ou processados. As comissões militares, criadas durante o governo Bush, são extintas. Obama  divulga um documentário intitulado Inside Guantanamo sobre a prisão estadunidense na ilha cubana. Ex-guarda de Guantânamo detalha crimes cometidos em prisão, incluindo o transporte dos detentos em jaulas, abuso sexual cometido por médicos, variados tipos de torturas, espancamentos brutais que deixavam o chão encharcado de sangue, desrespeito às práticas religiosas (fazer o detento comer carne de porco ou assistir profanações do Alcorão) e detenção de crianças

O Governo  americano anterior tentou justificar através do ex-  chefe CIA José Rodriguez Junior e Jhon Yoo, ex-advogado do departamento de Justiça americano que elaborou   uma justificativa Legal para a tortura dos prisioneiros. Obama combateu ferrenhamente esse método de “tortura” e  resolveu  parar com a brincadeira de esconde e esconde e correu atrás do rato. Como acharam o cara?. De acordo com as informações de ex-membros da CIA senadores e o alto escalão do governo disseram, porém que os dados foram obtidos em interrogatórios “normais” ou seja, a metodologia do Busch, é a mesma que Obama conseguiu que ele mesmo combateu para se eleger.  Entrelinhas ele deu o recado ao povo americano “ vou pegar o homem” Usarei táticas diferentes. Sou pacifico. (mas sou durão) Queremos justiça. Tanto é o mesmo estilo Busch que o ex-presidente se recusou a erguer o troféu da cabeça do Bin laden junto com Obama.  Da a impressão que Busch  deu o recado ao Obama... “ (tá se vangloriando de que? A ideia foi minha”.)

Prestaram um favor ao mundo...  Mas, do jeito deles, ou seja, eles querem ser a policia do mundo a qualquer custo. Não importa, invadiram um  pais, entrarão pelas portas dos fundos do Paquistão... O fim justifica os meios.  Essa ação não lembra o slogan comunista, da união soviética que combateram? Osama Bin laden não foi o filhote do ovo da serpente que foi chocado pelos americanos quando os soviéticos invadiram o Afeganistão?  Quem forneceu armas para Bin laden começar a Al Qaeda. Foram eles. Os americanos.

Obama não precisa mais provar  nada para ninguém se é ou não é americano. É de fato, seus métodos justificam sua nacionalidade. Osama Bin laden era um mal que devia ser resolvido, e foi... Mas,  devemos levar em consideração  que a justiça deve ser feita e não a vingança.

A Biblia afirma que tudo que o homem planta ele colhe (Gálatas 6;7) A propósito, a semeadura é sempre maior que a colheita. Que Deus tenha misericórdia de um mundo que não tem jeito. O mal sempre vem em retribuição da forma como é lançado. É o tal efeito bumerangue, sempre  retorna a mão de quem o lançou. Osama foi vitima do seu próprio golpe de bumerangue, isso voltou e estourou seus miolos. A pergunta que se segue, quando é que esse bumerangue vai parar?  O pior disso tudo é que outros inocentes vão acabar sofrendo o ato da selvageria da busca do poder pelo poder por causa do efeito bumerangue