MIDIA GOSPEL

Qui09212017

Last update12:02:05

Bíblia e comunicação não verbal

Gostou? Comente este artigo no fim da página

Notícias Gospel Bíblia e comunicação não verbal | Noticia Evangélica Gospel

A Bíblia é um texto, um conjunto de palavras usadas para dizer algo, para comunicar uma mensagem. Chamamos isso de comunicação verbal, comunicação com palavras. Quando o texto da Bíblia é lido em voz alta, na igreja, por exemplo, entra em cena também a linguagem não verbal. O jeito de ler, a voz de quem lê, a entonação – tudo isso comunica. Um leitor que não exclama quando aparece um ponto de exclamação atrapalha a comunicação da mensagem!

Entretanto, por mais que a Bíblia seja feita de palavras, ela relata muitas coisas que aconteceram sem que fossem usadas palavras. Ela registra fatos, movimentos, gestos. Ou seja, ela faz o registro de linguagem não verbal. Só que isto não foi filmado, mas descrito com palavras. Não temos o vídeo. Por isso, nem sempre sabemos como exatamente era o gesto. E seu significado, então? Nem sempre é fácil explicar o significado, porque gestos dependem do contexto cultural. Tempos atrás um jornalista iraquiano jogou um sapato num ex-presidente norte-americano. Numa cultura em que mostrar a sola do sapato é uma ofensa, jogar um sapato é muito mais marcante do que jogar, digamos, um ovo ou um tomate.

Em alguns lugares do mundo, balançar a cabeça de um lado para outro significa concordar ou dizer sim; balançar a cabeça para cima e para baixo indica discordância. Em outras palavras, trata-se exatamente do contrário que nós fazemos. No mundo bíblico, balançar a cabeça era gesto de desprezo e zombaria. Na cena da crucificação de Jesus, segundo Mc 15.29, “os que passavam caçoavam dele, balançando a cabeça”. Nós dificilmente expressaríamos desprezo pelo balançar da cabeça. Balançar a cabeça é mais um gesto de desapontamento ou decepção, do tipo “não, não, não”. Em certas culturas o equivalente a balançar a cabeça é apontar com o dedo, atirar a cabeça para trás ou sacudir os ombros.

Na Bíblia, fala-se também sobre sacudir o pó. Pode ser a poeira dos pés ou, então, como Paulo fez, em Corinto, segundo o relato de Atos 18, o pó das roupas. Nós associamos o sacudir a poeira com aquela famosa expressão: Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima. Na Bíblia, é um sinal de protesto, uma ação que simboliza o rompimento de relações. É um jeito de dizer: Não quero mais nada com vocês! Diante disso, muitas traduções de hoje já incluem no texto uma explicação do significado do gesto. É o que faz a Nova Tradução na Linguagem de Hoje, que traduz Atos 18.6 assim: “Então, em sinal de protesto, ele [Paulo] sacudiu o pó das suas roupas e disse: Se vocês se perderem, os culpados serão vocês mesmos. A responsabilidade não será minha. De agora em diante vou anunciar a mensagem aos não judeus”.

E já que estou no livro de Atos, mais um exemplo. Em At 22.23, quando Paulo é preso no Templo de Jerusalém e apresenta a sua defesa, é interrompido pelas pessoas que, além de gritar, sacodem as capas no ar. Para nós, jogar o casaco para cima é sinal de festa e alegria, mais ou menos como agitar bandeiras. Para eles, era uma forma de protesto, feito por um grupo de pessoas raivosas.

Ao encontrar um texto assim, relatando gestos que são estranhos para nós, o tradutor não pode deixar de relatar o que aconteceu: eles sacudiram as capas no ar. Mas o tradutor pode explicar o que significava o gesto. Nem sempre será possível colocar isso no texto da tradução. Em muitos casos, faz-se isto em nota de rodapé. A Bíblia de Estudo da Nova Tradução na Linguagem de Hoje traz uma nota, dizendo que faziam isto “porque estavam revoltados e indignados”.

Toda comunicação ocorre num contexto, que é importante para que se possa captar o significado. Isto é muito mais importante ainda no caso da linguagem não verbal. Vilson Scholz tem doutorado na área de Novo Testamento e é consultor de Tradução da Sociedade Bíblica do Brasil. Acesse a página www.sbb.org.br

Fonte: The Christian Post | Divulgação: Midia Gospel