MIDIA GOSPEL

Qua10182017

Last update02:01:17

A Carta...

Gostou? Comente este artigo no fim da página

Quis escrever uma carta; então o lápis peguei;
E te senti bem pertinho, e a escrever comecei...
Quis escrever de tal forma, que eu pudesse expressar.
Um sentimento infinito, que se chama "dom de amar"...
É algo assim inocente, que nasce dentro da gente,
Nos faz suspirar e sonhar; e coragem de declarar,
Te amo, te amo, te amo! E para sempre hei de amar...
E se tudo for um sonho, ah! Eu não quero acordar!
E sendo realidade, despertada quero estar.
Pois o amor é sempre bem-vindo, são flores do outono ao verão,
E se murcharem renascem, seja em qualquer estação.
Porque com o amor a gente agüenta!
Sofre, chora, mas sempre tenta.
Com toda tinta e toda cor,
O amor é o vermelho que colore,
O coração de quem for...
É o que da vida pinta,
O mais lindo azul do céu,
E um "arco-íris" colore,
O mais simples e branco papel.


Autor: Kátia Coutinho