MIDIA GOSPEL

Sáb09232017

Last update03:07:20

Pastor Youcef Nadarkhani agradece a Deus e aos irmãos de todo o mundo

Gostou? Comente este artigo no fim da página

Notícias Gospel Pastor Youcef Nadarkhani agradece a Deus e aos irmãos de todo o mundo | Noticia Evangélica Gospel

Youcef Nadarkhani, o pastor iraniano que foi recentemente libertado da prisão, escreveu uma carta de agradecimento ao mundo pelas orações que foram erguidas em seu nome.

Na carta agradecendo, o pastor diz: "Eu sou especialmente grato por sua bondade e proteção divina que caracteriza o tempo de minha prisão".

Youcef foi preso por três anos e foi libertado em 8 de setembro. O pastor foi absolvido da acusação de apostasia que pesava contra ele.

O pastor acrescenta que agradece a todos que por todo o mundo o apoiaram aberta ou secretamente, pedindo a benção de Deus sobre essas pessoas. "Os amados são todos muito querido para o meu coração. Que Deus os abençõe e lhe dê a graça perfeita e soberana", diz Nadarkhani em sua carta.

O pastor iraniano disse que foi posto à prova, mas que em todo o seu tempo na prisão, ele viu a mão do Senhor que em tudo o apoiou.

“Na verdade, tenho sido posto à prova, que é prova de fé, segundo nos informa as Escrituras mais preciosas do que o ouro perecível”. O pastor comenta que em nenhum momento se sentiu sozinho, e que estava consciente do fato de que não era uma batalha solitária, porque sentia a todo momento a energia do apoio das pessoas que com consciência lutou para a promoção da justiça e dos direitos de todos os seres humanos.

“Graças a estes esforços, agora eu tenho a grande alegria de estar com minha esposa maravilhosa e meus filhos. Sou grato a essas pessoas através do qual Deus está trabalhando. Tudo isso muito nos encoraja a continuar”, disse ele.

De acordo com publicação CBN, Youcef comentou que durante período na prisão ele foi capaz de experimentar escritura de maneira “tão maravilhosa” que disse. “De fato, como os sofrimentos de Cristo são abundantes para nós, a nossa respiração abunda por meio de Cristo”. Ele afirma que o encheu de forças naquele momento. "Deus não nos permite prova além de nossa força ( … )”.

Apesar de ter sido considerado culpado de apostasia, segundo determina a Lei da Sharia, ele agradece a Deus por ter concedido aos líderes do país, a sabedoria para romper a decisão, buscando dentro da própria Lei islâmica argumentos para a minha libertação.

“Ficou evidente que os defensores iranianos dos direitos humanos e juristas têm feito esforços significativos para cumprir a lei e o direito. Eu quero agradecer a todos aqueles que defenderam a minha causa até o fim”.

Ao finalizar a carta, Youcef agradeceu mais uma vez as pessoas que lutaram para que os direitos humanos fossem cumpridos no seu caso e que esta em dívida com aqueles que têm fidelidade com a Palavra de Deus, “essa Palavra faz-nos herdeiros de Deus”.

“Ele conclui em sua carta de agradecimento a Deus e aos cristãos que oraram por ele durante três anos em que esteve na prisão dizendo: “Eu estou fazendo orações a Deus para o estabelecimento de uma paz universal e infinita, e que a vontade do Pai se estabeleça na Terra como no Céu. Na verdade, tudo passa, mas a palavra de Deus, fonte de toda a paz, vai durar para sempre”.

Fonte: The Christian Post | Divulgação: Midia Gospel