MIDIA GOSPEL

Qui05252017

Last update07:20:11

Campanha alemã ecumênica deseja unir católicos e protestantes novamente

Gostou? Comente este artigo no fim da página

Notícias Gospel Campanha alemã ecumênica deseja unir católicos e protestantes novamente | Noticia Evangélica Gospel

O teólogo Luiz Carlos Fernandes, disse que isso é parte de um processo escatológico irreversível, disse: "A profecia bíblica sobre os últimos dias está se cumprido"

Figuras conhecidas da Alemanha, nas áreas de política, cultura, esportes e entretenimento,apresentaram uma declaração em Berlim, fazendo um "apelo urgente" para a união entre as igrejas católica e protestante.

"Hoje, a quebra da igreja não é exigida ou justificada politicamente", disse a declaração intitulada: "Ecumenismo agora, um só Deus, uma só fé, uma só Igreja"

"Será que os fatores teológicos, hábitos e costumes das tradições da igreja e de apoio cultural e institucional estão causando divisão entre as igrejas? Eu acho que não ", cita o documento.

Esta declaração está pedindo aos católicos e protestantes uma união, depois de quase 500 anos de ruptura entre as igrejas. Ela foi assinada por políticos, incluindo o chefe do parlamento alemão Norbert Lammert, ministro da Defesa, Thomas de Maizière, eo líder do Partido Social Democrata, Frank-Walter Steinmeier.

Entre os 23 signatários (católicos e protestantes) está o apresentador de televisão Günther Jauch,o  chefe da Federação Alemã de Esportes Olímpicos, Bach Thomas, o escritor Arnold Stadler, artistas e estudiosos.

O comunicado lembrou que o Concelho Vaticano II que completará 50 anos no próximo mês, depois da Reforma, vai celebrar o seu 500 º aniversário em 2017, e isso terá um grande impacto na sociedade global. Algo que continua a ser sentido em diferentes denominações.

Esta iniciativa apela para que os membros das igrejas que possuem um papel ativo, vejam este aniversário como uma oportunidade de mudança.

A questão da interdenominacional Sagrada Comunhão, é controversa na Alemanha, o que representa cerca de 50 milhões de cristãos, divididos quase igualmente entre católicos e protestantes. Muitas vezes, os casamentos acontecem entre pessoas de religiões diferentes. Membros de ambas as denominações têm apelado repetidamente para que os católicos e protestantes celebrem a Santa Comunhão juntos.

Em um comunicado em resposta ao documento "Agora ecumenismo", o arcebispo Robert Zollitsch, presidente da Conferência Alemã dos Bispos Católicos entende que esta questão é como "uma ferida que continua a subir, e destaca a falta de entendimento comum na fé ".

"A iniciativa do documento" Ecumenismo Agora "teve uma recepção muito positiva", disse Thies Gundlach, vice-presidente da Igreja Protestante na Alemanha. "É um esforço para ver que o futuro do ecumenismo não é responsabilidade dos líderes da igreja, mas também lembrar que a unidade é a responsabilidade de todos os cristãos. Somos muito gratos ao ver que os cristãos evangélicos e católicos alemães estão agora mais unidos do que nunca. "

O teólogo Luiz Carlos Fernandes, disse que isso é parte de um processo escatológico irreversível, disse: " A profecia bíblica sobre os últimos dias está se cumprido, a história se repete. Como no tempo de Carlos Magno, a Alemanha está a criar o mesmo tipo de império que os papas governaram na Idade Média. A Alemanha, através do seu secreto Grupo de Berlim, está planejando para ressuscitar uma ditadura novamente com uma pessoa encarregada de toda a Europa, que recebe grande poder e autoridade, mas também têm uma forte lealdade ao Papa ".

"A Alemanha tem o controle da União Europeia. E como Carlos Magno teve de passar por um mar de sangue, a fim de estabelecer-se como governante da Europa e estabelecer a religião católica como a fé na Europa, no futuro próximo, fique atento, porque haverá mais derramamentos de sangue para restaurar o Sacro Império Romano que existe apenas para reviver a religião no Império de Roma ", diz Fenandes.

Fonte: Traduzido de Noticias Cristiana | Divulgação: Midia Gospel

Os melhores Estudos Biblicos Midia Gospel