MIDIA GOSPEL

Sex10242014

Last update03:54:13

O Principio de tudo, A Criação do Mundo

Gostou? Comente este artigo no fim da página
Gospel o melhor da WEB O Principio de tudo, A Criação do Mundo Estudos Biblicos

“No principio criou Deus os céus e a terra” Genesis 1:1

Essa é a informação no Manual do Fabricante sobre o inicio da criação registrado de forma sucinta no livro de Gênesis. No princípio... Deus criou os céus... E por fim a terra. Habitamos numa galáxia chamada via láctea, de forma espiral um gigantesco aglomerado de nada menos do que 100 bilhões de estrelas. Nossa galáxia tem um diâmetro de 100 mil anos luz, ou seja, se pudéssemos navegar em uma espaçonave de um lado a outro da galáxia, viajando a velocidade da luz, (300, 000 km por segundo) 100 mil anos luz na medida de 365 dias, observe: Um minuto tem sessenta segundos; uma hora tem sessenta minutos logo 60X60= 3.600 segundos. Um dia tem vinte e quatro horas, e uma hora tem 3.600 segundos logo 24X3. 600=86.400 segundos. Um ano tem 365 dias sendo que um dia tem 86.400 segundos chegamos à conclusão de 31.536.000.

A velocidade que a luz percorre o espaço é de 300.000 kilômetros por segundo. Isso significa que: 31.536,000X300. 000, a distancia exata de um lado a outro da galáxia é 9.460.800.000.000 de Kilometros. Se é que consegue compreender a dimensão, dessa distancia. Dentro dessa imensidão de estrelas, ao qual o nosso sol é uma entre as 100 bilhões que existem, o nosso planeta terra cabe dentro do sol 1 milhão e trezentas mil vezes. A maior estrela da nossa via láctea é ANTARES. (Ela possui um diâmetro de 241 milhões e 350 mil kilometros; para ser ter uma idéia cabe todo o nosso sistema solar o sol, a terra e os demais planetas dentro dela).

Bem isso realmente é colossal. Imagine que se estivéssemos no núcleo de nossa galáxia, há 30 mil anos luz de distancia do nosso sistema solar numa estação espacial, teríamos que fazer o seguinte levantamento cartográfico: Aumentar um pequeno segmento do braço da espiral, onde se encontra o nosso sistema solar, em cerca de 40 vezes.

Então o sol e os planetas seriam vistos apenas como manchas microscópicas, perdidas num amontoado de estrelas e nuvens enormes de poeira estelar. Em seguida precisaríamos cartografar essas nuvens gasosas aumentando em 625 vezes, assim, o sol, que está a 30 mil anos-luz do centro da galáxia poderia ser visto, justamente com as estrelas mais próximas. Diz o Manual do Fabricante:

"Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra de suas mãos. Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite. Não há linguagem nem fala onde não se ouça a sua voz". (Salmos 19:1-3)

Bem, considerando que a nossa galáxia Via láctea é apenas uma dos bilhões que existem no universo, fazendo as contas, 100 bilhões de galáxias vezes 100 bilhões de estrelas, existem 10 centilhões de estrelas, ou seja, o numero dez, (10) seguido de 21 zeros. Essa estimativa só leva em conta o que os astrônomos chamam de universo visível, ou seja, aquele cuja luz chega até nós. Evidentemente, os astrônomos não passam o tempo descobrindo e contando estrelas. Isso seria uma tarefa impossível.

Portanto, crer em Deus é uma questao de lógica, não uma questão de fé acreditar que tudo que ai está foi criado pelo acaso é o mesmo que acreditar que aconteceu uma explosão numa tipografia e surgiu um dicionário.  Pense nisso!

Autor: Pedro Luiz De Almeida

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar