MIDIA GOSPEL

Seg12052016

Last update01:10:10

O Crente Total Flex

Gostou? Comente este artigo no fim da página
Gospel o melhor da WEB O Crente Total Flex Estudos Biblicos

Em um dia desses, estava com a minha esposa no carro, quando de repente nos vimos parados próximos a um veículo que trazia em sua parte traseira os dizeres: "Total Flex". Em um daqueles momentos de súbita inspiração, me vi refletindo sobre algo, cujo conteúdo agora você lê.

Em linhas gerais, o que é um Carro Flex? Ora, o nome Flex sugere o conceito de "flexibilidade", isto é, o Carro Flex é assim chamado, pois o seu motor pode funcionar com gasolina, com álcool ou com os dois combustíveis misturados. Em outras palavras, a idéia do Carro Flex é primar pela economia. Uma vez que ele é bicombustível, se o álcool estiver mais caro, então ponha gasolina no motor. Porém, se a gasolina estiver mais cara, então encha o tanque com álcool. O Carro Flex não exige aquilo que eu chamaria de fidelidade mono-combustível. Nada disso. Muito pelo contrário, ele permite ao seu proprietário que use o combustível que achar melhor e que estiver mais barato. Todavia, uma questão sempre me intrigou no Carro Flex: "como pode um mesmo motor usar dois combustíveis tão diferentes, ou a mistura dos dois, e isso ao mesmo tempo?" Foi então que descobri o "mistério": o coração do sistema flex é um software instalado na central de injeção do veículo. Porém, mesmo depois de ter descoberto esse "segredo", essa pergunta ainda continuou a me deixar intrigado: "como pode um único motor utilizar dois tipos de combustíveis tão diferentes um do outro ao mesmo tempo?"

Confesso que em meio aos meus devaneios, acabei sendo conduzido ao seguinte pensamento teológico paralelo: "como pode um cristão, lavado e remido no sangue de Jesus Cristo, permitir que toda e qualquer mistura de combustíveis possa entrar no tanque do seu coração e da sua mente?".

Sabemos que a nossa sociedade pós-moderna possui o relativismo como um de seus principais pilares. Porém, não é apenas a "sociedade extra-eclesiástica" que segue o conceito do relativismo. É triste constatar que esse conceito filosófico perigoso também tem se infiltrado em muitas de nossas igrejas, ocasionando o surgimento do personagem não-fictício acima citado: o Crente Total Flex.

Bem, mas como é que nós podemos identificar esse tipo de "crente". Bem, o Crente Total Flex pode estar mais perto do que você imagina. Aliás, ele pode até ser aquela pessoa que costuma se assentar ao seu lado no banco da igreja. Porém, tome muito cuidado, pois ele pode ser um crente apenas de fachada. Vejamos, segundo a Bíblia, quais são algumas das características principais desse "personagem de nosso mundo folclórico evangélico" que é, na verdade, mais real do que imaginamos:

1) Saudades do Mundo

"4 (...) os filhos de Israel tornaram a chorar, e disseram: Quem nos dará carne a comer? 5 Lembramo-nos dos peixes que no Egito comíamos de graça, e dos pepinos, e dos melões, e dos porros, e das cebolas, e dos alhos" (Nm 11.4b,5).

Uma das primeiras características do Crente Total Flex é essa saudade que ele sente do Egito, mesmo estando se dirigindo rumo à Canaã! Dito de outra forma, esse tipo de crente é aquele que sente saudades do mundo, de seus valores e atrativos, ainda que a sua jornada terrestre tenha o propósito de conduzi-lo ao céu. Ele é flexível para com os valores do mundo. "O mundo não é tão ruim assim", ele pensa. Ele se comporta como o tal do "Crente Raimundo" (com respeito àqueles que nos lêem e têm esse nome), isto é, ele "tem um pé na igreja e o outro no mundo". Na mente de tais pessoas, não há incompatibilidade entre ser cristão e amar o mundo ao mesmo tempo (cf. 1 Jo 2.15-17).

2) Fé Dividida

"Então Elias se chegou a todo o povo e disse: Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o Senhor é Deus, seguí-o; e se Baal, seguí-o. Porém, o povo lhe não respondeu nada" (1 Rs 18.21).

O Crente Total Flex também é, digamos, flexível quanto ao objeto de sua fé. Ele crê em Deus, mas não descarta a hipótese de poder receber a ajuda de alguma outra suposta divindade. Como ele é diplomata, então, a fim de agradar a todos, ele acaba "acendendo uma vela pra Deus e a outra para o diabo". Ele é daqueles que praticam a "política da boa vizinhança", pois quer se dar bem com todo mundo. Porém, ele se esquece das palavras de Jesus: "ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a mamom" (Mt 6.24). Perceba que esse crente flex não pode receber Deus e mamom ao mesmo tempo no "tanque" do seu coração. Ou é um ou é o outro. Não há lugar para uma mentalidade do tipo "pizza meio-a-meio" no Evangelho. Vale lembrar aqui as palavras do salmista, que disse: "Aborreço a duplicidade, mas amo a tua lei" (Sl 119.113).

3) Desonestidade nos Negócios

"Duas espécies de peso, e duas espécies de medida, são abominação para o Senhor, tanto uma coisa como outra" (Pv 20.10; cf. também: Pv 11.1; 16.11; 20.23).

A honestidade deve ser um traço essencial à vida de todo e qualquer cristão. Isto significa que ao cristão que se comporta bem na igreja, exige-se que tal comportamento também seja praticado em seu trabalho e em seus negócios de uma forma geral. Porém, o lema do Crente Total Flex é: "Igreja, Igreja, negócios à parte". Ele acredita que "fé e negócios não se misturam" e, por isso, sempre que é possível, arruma um jeitinho de levar vantagem sobre os outros e de passá-los para trás.

4) Linguajar Comprometido

"9 Com ela [a língua] bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. 10 De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim. 11 Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa? 12 Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas, ou a videira figos? Assim, tão pouco pode uma fonte dar água salgada e doce" (Tg 3.9-12).

O Crente Total Flex, à semelhança do carro bicombustível, é bilíngüe. Ora ele fala o idioma do céu, ora pronuncia o dialeto da terra. Às vezes você o encontra glorificando a Deus e, às vezes, você o vê falando mal do pastor, da igreja e dos demais irmãos. Ele aceita facilmente que essa mistura de "combustíveis" (o celestial e o terreno) abasteça o "tanque" de sua mente e, conseqüentemente, dê a "ignição" em sua boca. Ele acha normal o crente falar certas "verdades" de vez em quando e, portanto, devido a esta sua comunicação flexível, ele sempre diz aquilo que sente vontade de dizer, sem se preocupar se isso é agradável a Deus ou se fere ao seu próximo.

5a) Pensamentos Divididos

"O homem de coração dobre é inconstante em todos os seus caminhos" (Tg 1.8)

"Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Alimpai as mãos, pecadores; e vós de duplo ânimo, purificai os corações" (Tg 4.8).

Aqui em Tiago, as palavras usadas respectivamente para "coração dobre" (1.8) e "duplo ânimo" (4.8) são exatamente as mesmas. Trata-se da palavra grega dipsychos que, entre outras coisas, significa: "alma dividida, mente dividida". Tal vocábulo parece fazer referência à "mente que está dividida entre a fé e o mundo, entre as coisas de Deus e as coisas dos homens". O Crente Total Flex possui tal tipo de mentalidade dividida. Tais crentes indecisos não levam a sério os conselhos do apóstolo Paulo, nos quais ele diz: "Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra" (Cl 3.2), e ainda: "Quanto ao mais, irmãos, tudo aquilo que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai" (Fp 4.8).

6) Meia-Temperatura

"15Eu sei as tuas obras, que nem és frio nem quente: oxalá foras frio ou quente! 16Assim, porque és morno, e não és nem frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca" (Ap 3.15,16).

O Crente Total Flex é aquele que "não é oito e nem oitenta"” nas questões relacionadas à vida cristã. Aqui no texto de Apocalipse há um contraste muito interessante. O texto faz um contraste entre as águas quentes e, portanto, medicinais de Hierápolis e as águas frias e puras de Colossos. As primeiras possuíam propriedades medicinais e as últimas serviam para dar um alívio ao cansaço. Sendo assim, a igreja de Laodicéia era uma igreja "em cima do muro". Ela nem proporcionava cura ao doente espiritual e nem trazia refrigério ao que estava espiritualmente cansado. Com o perdão da palavra, era uma igreja "meia-boca". Os crentes laodicenses não eram nem fervorosos e nem frios na vida cristã. Eles simplesmente viviam um "cristianismo" apagado, apático, enfadonho e medíocre. Essa "mornidão espiritual" também é um dos traços marcantes na vida do Crente Total Flex. Ele não vive a vida cristã, mas apenas a “empurra com a barriga”. Logo, se decidir permanecer deliberadamente nesse estado, o destino de tal pessoa será ser lançado "para fora do corpo" ("vomitar-te-ei da minha boca", Ap 3.16).

Conclusão

A fim de concluir o meu pensamento, eu gostaria de dizer que não deve haver lugar no "tanque" do coração do cristão para quaisquer tipos de "substâncias". Não podemos aceitar que o nosso "motor" seja "abastecido" com todos os tipos de "combustível". Não há lugar para duplos pensamentos, duplas crenças, duplas doutrinas, duplas esperanças, duplas salvações, duplas vocações, duplos batismos etc, pois o nosso coração não é "bicombustível" como o Carro Total Flex é. Muito pelo contrário, o nosso coração é "mono-combustível", pois, segundo as Escrituras: "Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação; Um só Senhor, uma só fé, um só batismo; Um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos" (Ef 4.4-6).

Fique de olho no tipo de "combustível" que querem pôr no seu "motor"!

Autor: Carlos Augusto Vailatti