MIDIA GOSPEL

Seg12052016

Last update01:10:10

Novo medicamento ajuda obesos a perder 10% de peso em um mês

Gostou? Comente este artigo no fim da página
Gospel o melhor da WEB Novo medicamento ajuda obesos a perder 10% de peso em um mês Noticia Ciencia

De acordo com um estudo, um novo remédio que detrói o suprimeto de sangue para o tecido adiposo pode ajudar as pessoas a perder um décimo do peso em apenas um mês.

Macacos obesos perderam em média 11% do peso corporal após quatro semanas do tratamento experimental. O índice de gordura também reduziu. O estudo foi conduzido por cientistas da Universidade do Texas.

Uma dos líderes da pesquisa, Renata Pasqualini, afirma que “o desenvolvimento desse composto para o uso humano iria proporcionar uma maneira não cirúrgica de reduzir o acúmulo de gordura, ao invés das drogas usadas para controlar o apetite ou a absorção”.

Ela comenta que tentativas anteriores de tratar a obesidade sempre atacavam o apetite ou o metabolismo, mas os efeitos colaterais eram muito severos.O grupo criou uma nova droga, que inclui um agente que se liga a uma proteína presente na superfície dos vasos que alimenta o tecido adiposo. Um peptídio sintético presente no agente mata as células dos vasos. Sem sangue, as céluas de gordura morrem e são reabsorvidas e metabolizadas.

Em pesquisas anteriores com o remédio, que recebu o nome de Adipotide, ratos obesos perderam cerca de 30% do peso corpóreo.

O medicamento age no tecido adiposo branco, nome científico para o tipo de gordura que se acumula abaixo da pele e na região do abdômem.

Pasqualini afirma que a maioria das drogas contra a obesidade falha na transição entre roedores e primatas. “Estamos muito animados de ver perda de peso substâncial em uma obesidade primata que se parece bastante com a humana”, diz.

A obesidade primata também divide aspectos fisiológicos com a humana, como a síndrome metabólica, caracterizada por um aumento da resistência à insulina, o que pode levar ao desenvolvimento de diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares.

Os macacos tratados com o Adipotide mostraram melhoras na resistência à insulina. Agora, a equipe está preparando um teste clínico em pacientes obesos com cãncer de próstata. Eles vão receber injeções diárias de Adipotide por 28 dias.

Alguns tratamentos desse tipo de câncer, como a terapia hormonal, causam aumento de peso. Esse excesso pode causar artrite, que leva a inatividade e a mais peso.Peso, indíce de gordura e circunferência abdominal continuaram a cair por três semanas após o fim do tratamento, antes de aumentar durante o estudo de oito semanas. Os indíces de gordura abdominal dos macacos caíram em 27%.

Macacos com peso adequado não perderam peso em outro estudo, realizado com não obesos, indicando que talvez o efeito da droga seja seletivo.Os animais permaneceram sãos e alertas, interagindo com os pesquisadores, e não demonstraram nenhum sinal de náusea ou rejeição. Isso é um bom sinal, já que outros medicamentos comumente apresentam efeitos coletareis indesejáveis.

O principal efeito colateral foi percebido nos rins. O principal autor do estudo, Dr. Kirstin Barnhart, afirma que “o efeito nos rins era previsto e dependeu da dose administrada, sendo reversível”.

Fonte: Hypescience