MIDIA GOSPEL

Qui12082016

Last update12:01:22

Renato Aragão e o Filme SEGUNDO FILHO DE DEUS, continua gerando polêmica entre evangélicos - JESUS não fracassou

Gostou? Comente este artigo no fim da página

Notícias Gospel Renato Aragão e ‘Segundo Filho de Deus’ continua gerando polêmica entre evangélicos: Jesus não fracassou | Noticia Evangélica Gospel

O filme de Renato Aragão “O segundo filho de Deus”, cujo lançamento foi negado pelo próprio trapalhão, ainda está causando polêmica entre pastores evangélicos por transmitir a ideia de um “Jesus fracassado em sua missão”. “Só de pensar que Jesus fracassou já é uma consuma blasfêmia. Jesus não fracassou em nenhum quesito de sua missão. A cruz não foi uma derrota, mas o palco de sua mais esplêndida vitória”, afirmou o líder presbiteriano, Rev. Hernandes Dias Lopes.

O lançamento do filme foi negado pelo trapalhão através de sua filha, Lívian Aragão. Segundo ela, Renato teria afirmado que todas as informações publicadas não eram verdadeiras. Segundo o UOL, o humorista teria dito que os boatos sobre isso seriam de “invejosos de plantão”. Entretanto, Renato, admitiu que escreveu o roteiro com esse título, mas que a obra foi deturpada e o título já havia sido modificado para “O Segredo da Luz”. Ele ainda admitiu a possibilidade de sua realização mas sem previsão de lançamento.

Sendo o filme lançado ou não, a ideia de um “segundo filho de Deus”, que leva ao entendimento de uma possível derrota, ainda não é aceitável. “Jesus pagou a nossa dívida e adquiriu para nós eterna redenção. Foi na cruz que Jesus glorificou o Pai e abriu para nós eterno e vivo caminho para Deus”, afirmou com veemência o Rev. Hernandes.

Para o pastor da Assembleia de Deus de Cordovil, RJ, Ciro Sanches Zibordi, embora Renato Aragão tenha negado o lançamento do filme, ele é realmente “blasfemo e escarnecedor”. “E, como bem sabemos, de Deus não se zomba”, afirmou. “Que o Senhor tenha misericórdia dos produtores do filme, a fim de que possam alcançar arrependimento”, afirmou Ciro em seu blog.

n

Renato, que se diz católico, se defende, dizendo que se deve separar a fé da ficção e que por princípios “jamais abriria mão de minha fé incondicional em Jesus, o Filho Único de Deus”. Segundo o colunista da Veja, Lauro Jardim, Renato Aragão teria desistido de continuar o projeto.

Os melhores Estudos Biblicos Midia Gospel

Fonte: The Christian Post | Divulgação: Midia Gospel