MIDIA GOSPEL

Sáb12102016

Last update05:01:10

Neymar diz que implorou a DEUS e foi atendido

Gostou? Comente este artigo no fim da página
Gospel o melhor da WEB Neymar diz que implorou a DEUS e foi atendido Noticia Brasil

Apontado pela Fifa como uma das grandes promessas do futebol contemporâneo, Neymar, maior ícone do esporte brasileiro na atualidade, concedeu uma entrevista ao site da entidade nesta sexta-feira. O jogador do Santos falou sobre a ascensão de sua carreira, os seus objetivos vestindo as camisas do clube e da Seleção Brasileira, e sobre o possível duelo contra o Barcelona, de Lionel Messi, na final do Mundial de Clubes, que ocorre no Japão, em dezembro.

A Fifa apresenta o craque brasileiro – que “era uma criança há pouco tempo” – como um atleta que cresce vertiginosamente em sua trajetória profissional e que ainda desconhece as proporções que seu nome e atuações despertam nos fãs pelo Brasil e no mundo.

“É a vida que eu escolhi. E eu implorei para Deus que isso acontecesse. Tudo que eu sempre quis foi jogar futebol, ter uma carreira de sucesso, fazer minha parte e ganhar reconhecimento ao longo da minha carreira. Eu tenho tudo o que sempre quis e não seria louco de me queixar agora”, afirmou Neymar ao site da Fifa.

As “Neymarzetes”, como são conhecidas as fãs do jogador, também foram citadas pelo site da Fifa, que salientou o fato do camisa 11 santista ainda ser jovem e não assimilar o que representa ao dar autógrafos e tirar fotos com quem o admira. “Estou me acostumando aos poucos com isso, mas quando chego em casa no fim do dia, sou uma pessoa normal. Já fui fã um dia e agora estou do outro lado. Tenho que respeitar”.

O atacante, no entanto, mostrou-se muito mais incomodado com fatores que acontecem dentro de campo no futebol brasileiro. Mesmo com oportunidades de atuar pelo mundo servindo a Seleção Brasileira – fato comemorado pelo jogador -, os jogos no País ainda incomodam o craque do Santos.

“Me dá nos nervos às vezes. Jogando no Brasil, a marcação homem a homem é mais forte. Você recebe uma bola e te batem, recebe outra e batem novamente. Contra equipes europeias, a marcação é dura, mas é mais por zona”, disse.

No final da entrevista, a Fifa lembra que Santos e Barcelona podem se enfrentar na final do Mundial de Clubes, em dezembro, e que Neymar pode encontrar Messi, companheiro na lista dos 23 melhores jogadores do mundo. Sobre o hipotético confronto contra o argentino, Neymar foi objetivo.

“Eu sempre disse que eu ainda tenho muito que aprender. Messi é um cara que já fez história no futebol e ainda vai conseguir muito mais. Estou apenas começando e tenho muito que fazer para alcançar o nível que ele chegou”, afirmou.

Fonte: Terra