MIDIA GOSPEL

Sáb12032016

Last update03:33:33

Marco Feliciano está fortalecido, revista Exame aponta três evidências que comprovam isso

Gostou? Comente este artigo no fim da página

Marco Feliciano está fortalecido, revista Exame aponta três evidências que comprovam isso | Noticia Evangélica Gospel

A Revista Exame, publicação quinzenal da Editora Abril, publicou no dia 10 de abril a matéria intitulada ‘3 evidências de que Feliciano está fortalecido na comissão’. A matéria destaca que uma renúncia passa a ser improvável e que a oposição “não sabe o que fazer” com o apoio a Feliciano que só aumenta. Dias atrás, a Folha de São Paulo publicou um artigo semelhante, de autoria do pastor Silas Malafaia.

Desde que assumiu a presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM), o deputado pastor Marco Feliciano tem sido alvo de muitos protestos e críticas. Cultos com o pastor chegaram a ser cancelados e essa semana um casal de lésbicas se beijava enquanto ele estava no púlpito.

Passada a tensão inicial, há veículos de comunicação que tem afirmado seu fortalecimento. A Revista Exame analisa os três pontos, que segundo a reportagem, deixaram o deputado pastor Marco Feliciano mais forte à frente do cargo.

Como primeira evidência, o jornalista Marcos Prates aponta que a Câmara desistiu de retirá-lo da presidência. Em segundo, é relatado que o Partido Social Cristão (PSC) o apoia – com pretensões presidenciais.

“Mas o fato é que o PSC percebe hoje que a polêmica tem lhe rendido frutos e pressionar Feliciano começa a ser prática do passado. Parte do eleitorado vê a situação do pastor como uma defesa intransigente e necessária da família brasileira”, ressalta Marcos Prates.

E o terceiro e último ponto forte acrescentado pelo jornalista é de que tem aumentado o eleitorado e o apoio dos evangélicos. Marcos ressalta que as manifestações em favor de Marco Feliciano “agem como uma espécie de contrabalanço” para o parlamentar.

Essa semana a Convenção das Assembleias de Deus aprovou uma moção de apoio à permanência de Feliciano na CDHM. O documento será encaminhado para a presidente Dilma Rouseff e a Henrique Alves, presidente da Câmara dos Deputados.

“Com todas essas evidências, o destino de Feliciano à frente da Comissão ainda pode trazer surpresas e reviravoltas. Neste momento, no entanto, sua permanência parece mais fortalecida que há alguma semanas. E ele também mostra que está mais cauteloso”, finaliza.

“Pergunto: se a oposição pode acusar os que discordam deles de homofóbicos e racistas, por que o povo evangélico não pode chamar essa perseguição de evangelicofobia? Dentro desse Estado democrático de direito, onde a maioria é cristã, a democracia só vale para a minoria? O fato é que os ativistas gays e seus defensores não suportam o debate. Pode-se falar mal do presidente da República, do Judiciário, dos católicos, dos evangélicos, mas, se criticarmos a prática homossexual, somos rotulados de homofóbicos”, falou Silas Malafaia em apoio a Feliciano em artigo publicado na Folha de São Paulo. O artigo é intitulado ‘Marco Feliciano é a bola da vez’.

Fonte: The Christian Post | Divulgação: Midia Gospel

Os melhores Estudos Biblicos Midia Gospel