MIDIA GOSPEL

Seg12052016

Last update01:10:10

Fantástico lança a maridoteca

Gostou? Comente este artigo no fim da página
GOSPEL Fotos e imagens Fantástico lança a maridoteca Noticia Brasil

O programa Fantástico da Rede Globo lançou uma novidade para os maridos que ficam enlouquecidos com as compras: a maridoteca. Assim, qualquer visita ao shopping vira passeio

No último fim de semana antes do Natal, os shoppings ficaram lotados. Para elas, é uma farra. “Toda mulher gosta demais de um shopping”, comentou uma consumidora. “Quero comprar tudo”, disse outra.

“Adoro gastar”, completou a estudante Domênica Cardoso. (pode deixar assim, o crédito dela aparece mais adiante). Já para eles, é motivo de desânimo. Os pobres coitados seguem suas mulheres na saga das compras.

“Às vezes eu fico do lado de fora. Ela entra, eu sento”, conta um marido. “Tem que ter muita paciência, porque senão a gente desiste, vai embora e deixa aí”, brinca outro.

Quando chega o fim do ano, todo homem sabe que vai passar por momentos difíceis. Momentos de nervosismo, de estresse, de esgotamento físico. Mas todo sofrimento do homem termina na maridoteca.

A maridoteca é um espaço lúdico, um playground masculino, com jogos, televisão, massagem, petiscos. Durante dois dias, os frequentadores de um shopping no Rio de Janeiro puderam testar o serviço dos sonhos para o casal: enquanto elas compram, eles relaxam.

“Acho que todo shopping tinha que ter um espaço assim”, comenta um marido. “Ele que vai decidir se quer ficar aí ou se vai comigo”, diz a cabeleireira Reinilse Pascoal.

Rapidamente, a maridoteca do Fantástico atraiu olhares curiosos, e outros homens seguem o exemplo de Ricardo. Mas, antes de entrar, tem pedágio: os maridos davam dinheiro e entregavam os cartões de crédito para as mulheres. O técnico em edificações César Junqueira contou que fez isso porque não estava aguentando mais.

“A mulher saiu de casa dizendo que ia comprar uma rasteirinha e está experimentando camisa, vendo bolsa”. Ele afirma que, com a maridoteca, a mulher pode fazer compras o tempo que quiser. “Televisão, totó, videogame, massagem. Não quero mais nada”, comentou César.

A mulherada estava aproveitando a felicidade dos maridos. E a Domênica, se lembra dela? No início da reportagem, ela contou que adora gastar. Também deixou o noivo na maridoteca. Enquanto o serralheiro Valdiney Martins se divertia na maridoteca, ela pediu o cartão de crédito e seguiu com as amigas.

O mais empolgado de todos era o advogado David Silveira. “É o momento de compras mais fantástico que eu já experimentei na minha vida! É fantástico!”, comemorou. David estava curtindo tanto que mandou este recado para esposa, a professora Regina Silveira: “Pode demorar um pouco, não tem problema não”.

Milagre! As mulheres estavam com dificuldade de tirar os homens do shopping. O jeito foi dar mais uma voltinha. Sabrina ligou para o marido, Rodolfo, para pedir a senha do cartão e aproveitou para perguntar se ele estava gostando de ficar na maridoteca. Rodolfo disse que estava ótimo.

A maridoteca foi um sucesso. “Estou perdendo muita coisa”, debochou o militar Fábio Martins. “Acho que eu cheguei aqui umas 19h. Até perdi a noção do tempo. Acho que desta vez foi a gente que se divertiu mais. Depende das compras, sem a gente lá para controlar”.

A mulherada voltou carregada. A vendedora Rosângela Rodrigues foi com apetite. Não tinha ninguém do lado para reclamar. “Eu andei à beça, de salto alto, estou cansada. Mas foi muito bom porque fiquei mais livre”, comentou.

Com apenas duas sacolas, a auxiliar administrativa Dayane Junqueira foi mais contida. “Por enquanto. Tem capacidade para muito mais”, ressaltou. O marido dela contou que estavam no shopping havia quatro horas.

“Temos que ver as coisas com calma, analisar se vai comprar mesmo ou não. De repente, podemos achar outra coisa melhor”, explicou Dayane.

O marido contou que já fez as compras de Natal. Levou uma hora para comprar o presente de Dayane e de toda a família. Enquanto isso, Dayane, que gastou quatro horas por duas sacolas, ainda tem que comprar cerca de dez presentes.

Se cada presente leva duas horas para ser comprado, ainda faltam 20 horas de shopping para Dayane! Valdiney também estava esperando o cartão de crédito voltar. A noiva, Domênica, reapareceu com apenas uma sacola.

“Menos mal. Ainda bem que você não gostou de muita coisa”, disse o noivo. David é que se deu bem. Regina voltou e trouxe um presente para ele. “Valeu a pena ter vindo ao shopping por vários motivos”, comemorou.

“A experiência foi muito boa. Deviam colocar maridoteca no supermercado também”, sugeriu Regina. Só houve uma reclamação. “No início ela estava receosa porque tinha duas moças lindas na porta. Ela pensou que estava cheio de moças aqui dentro”, contou David.

“Acho que não tem que ter recepcionistas não, tem que ser homens. Homens de terno recebendo homens”, avaliou Regina. E não é que ela tinha razão? Assim que saiu da maridoteca, David deu dois beijinhos nas recepcionistas. “Não ia perder a oportunidade”, brincou ele.

Os maridos não estão mais desamparados no Brasil. Qualquer problema, procurem a maridoteca. E a maridoteca funcionou também em São Paulo! Confira!

Veja o Video da Marido Teca

Fonte: Programa Fantástico / Rede Globo | Divulgação: Midia Gospel